Liderança e maestria, liderar como o maestro de sua equipe

Se você já teve a oportunidade de ver o ensaio ou a apresentação de uma orquestra, viu que antes da chegada do maestro, os músicos se preocupam com a afinação de seus instrumentos e com a leitura da partitura. Cada um com suas ações individuais, fazem barulhos desconexos e sem harmonia.

De repete, o maestro chega, se posiciona em seu púlpito e levanta sua batuta, e como num passe de mágica, a harmonia encontra todos os músicos. Todos ao mesmo tempo, no mesmo ritmo, começam o espetáculo que enche a sala e encanta quem está assistindo.


Só que não há mágica, a batuta não é uma varinha de condão e o maestro não é nenhum tipo de druida. O que existe de fato é um maestro que estudo e se capacitou muito para conduzir os músicos. O que há de verdade são músicos que ensaiam e se preparam soberbamente para que na hora do espetáculo ele saiba o que fazer, quando fazer, como fazer. Quando vejo o maestro André Rieu conduzindo me inspiro em seu exemplo de liderança. Pois sabe-se que é um exímio violinista e também é muito carismático, mas sua capacidade de conduzir a sua orquestra que conta com dezenas de músicos é inspiradora. André sem dizer uma palavra, conduz, inspira, e sua equipe reflete sua capacidade e carisma alcançando seu objetivo: Emocionar a plateia através da música.



E porque não levar este exemplo de liderança para nossa equipe de vendas? Como o maestro de sua equipe, você sabe que é desafiador afinar o trabalho de todos, e inspirar o melhor de cada um afim de alcançar seu objetivo. E ao invés de reclamar da equipe que trabalha com você, quero propor que haja uma profunda reflexão com relação ao seu papel de líder da equipe.


Afinal, gerenciar vendas é obter resultados por meio dos membros da equipe. A responsabilidade por tais resultados é sua gerente e somente sua. Cabe a você desenvolver sua equipe de vendastanto no que se refere ao treinamento permanente, quanto no que diz respeito ao recrutamento e à seleção de novos vendedores.

Para auxiliar você a se tornar um bom maestro para o ano que vem, quero propor que reflita com base nos seguintes pontos:


  • Quanto tempo eu dediquei no último mês para ouvir minha equipe?

  • Quanto tempo eu dediquei para o treinamento individual, corrigindo falhas, amenizando pontos fracos, dando-lhes argumentos e técnicas para que eles próprios produzam com eficiência?

  • Deixei que os vendedores falassem sobre seus planos futuros, discutindo com eles a melhor forma de alcançá-los?

  • Ajudei meus vendedores a compreender melhor suas obrigações, orientando-os e treinando-os constantemente para que obtenham resultados em cada atendimento?

  • Procuro dar mais autonomia aos vendedores, fazendo com que dependam menos de mim na hora do fechamento das vendas?

  • Tenho falado com todos os vendedores de forma equilibrada, sem dar mais atenção a uns do que a outros?

  • Tenho elogiado meus vendedores mais do que os tenho criticado?

  • Ouço meus vendedores com a mesma atenção com que escuto meu superior?


Você tem a chance de começar um novo ano, com novas atitudes! Começar o ano tomando o seu lugar de líder e se posicionando como maestro desta orquestra.

Para inspirá-lo mais um pouquinho, assista o exemplo de condução e liderança de André Rieu, quando convidou Carlos Buono para tocar um belíssimo tango com sua orquestra.



Vamos conversar mais sobre como formar seus líderes para serem verdadeiros maestros da sua equipe?


Entre em contato conosco, clicando aqui!

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo